Tratamento de Dependências

Apesar de se tratar de um problema tão heterogéneo e de existirem diferentes abordagens de tratamento, counselling, aliado à psicoterapia, é um componente crucial e talvez o mais efetivo quando falamos de Tratamento de Dependências, sendo das técnicas mais usadas.

A nossa clínica identifica-se e mantém o espírito do Modelo Minnesota, o primeiro de todos os modelos de tratamento de dependências químicas a assumir uma base estruturada nos preceitos dos Doze Passos de Alcoólicos Anónimos. Paralelamente, foi também o primeiro a fazer uso de uma abordagem (e equipa) multidisciplinar. Este método assenta nos seguintes princípios gerais:

  • A dependência é uma doença primária e não um sintoma;
  • É uma perturbação multifacetada e multidimensional;
  • O objetivo é tratar e não curar, pois falamos de uma condição crónica;
  • Procura-se que a comunidade terapêutica seja um espaço propulsionador de abertura, honestidade e reciprocidade de experiências;
  • Apresenta uma estrutura essencialmente didática, entre outras características, aplicável a todas as pessoas, mas com um plano de tratamento específico para cada paciente.

Promovendo-se a ajuda mútua, o recurso a grupos de terapia é um elemento essencial, dado que se considera que o apoio interpessoal é crítico para a recuperação, em especial aquando do tratamento de dependências. Um projeto para a vida, que implica um crescimento pessoal contínuo.