Atividades em Internamento

As atividades durante o período de internamento são muitas, sobrando, não obstante, espaço para tempos livres que os residentes podem gerir mais ou menos da forma que desejarem. Nestes momentos, os pacientes podem usar o tempo para socializar, ler, escrever, tratar da casa e da roupa, fazer desporto, ouvir música ou até ver televisão (dentro de horários pré-determinados).

O momento central desta metodologia são os grupos de terapia. Para além destes, que acontecem uma a duas vezes por dia, existe também terapia individual, pequenas palestras teóricas, workshops, outras atividades de grupo, leituras, trabalhos escritos, visualização de filmes didáticos e programas familiares – dentro da casa. Por vezes, os pacientes saem da casa em grupo para atividades em outdoor de lazer, mas apenas por questões de saúde ou como parte do processo terapêutico poderão se ausentar por períodos maiores.

A Adição é uma doença fatal. Olhar para si próprio consigo, intencionalmente, ao invés de fugir de si mesmo, parece ser um enorme desafio para o Adicto. Para recuperar, é necessário que o adicto desenvolva e substitua a sua relação de dependência por relações naturais e saudáveis, de si para consigo e de si para fora. Falamos, pois, de um processo de reentrada no mundo – e é nesse sentido que o nosso programa de atividades, adequadamente adaptado a cada um, procura potenciar o máximo de obtenção de ferramentas físicas, mentais e espirituais essenciais a um estilo de vida novo, gratificante e em sobriedade.

Sozinho, tudo isto se torna demasiado díficil.

.TEM ALGUMA QUESTÃO?
Clínica Linha d'Água || Tratamento de Dependências - Álcool, Drogas, Outras Adições. Contate-nos