Codependência

Originalmente, o termo codependência surgiu durante os anos 70, em Minnesota, o estado onde nasceu o modelo de tratamento que utilizamos aqui na Linha D’Água. Nessa altura, a palavra codependente foi usada para descrever a pessoa cuja vida foi afetada como resultado de estar envolvido com alguém quimicamente dependente, tendo acabado por desenvolver um padrão não saudável de lidar com a vida, como reação ao abuso de álcool ou drogas por parte do outro.

Entretanto, algumas pesquisas foram sendo feitas sobre este tópico e verificou-se, para espanto de alguns, que pessoas que lidavam de perto com Dependentes Químicos tendiam a desenvolver uma condição física, mental, emocional e espiritual idêntica à do próprio Dependente Químico.

Para encontrar o próprio processo de recuperação, enquanto familiar, é importante compreender/identificar (em si mesmo) o que é codependência e as atitudes, emoções e comportamentos que habitualmente a acompanham. Por mais incrível que pareça, a solução não está no Dependente Químico mas no próprio Codependente em alterar a sua forma de ajudar...

Mais, a maneira como a família lida com o seu doente pode grandemente aumentar as suas hipóteses de recuperação. Fica esta citação para reflexão...

“Ter estes problemas não significa que somos maus: a maioria de nós, aprendeu a fazer estas coisas por necessidade de nos protegermos a nós mesmos e para satisfazer as nossas necessidades.

Estamos fazendo as coisas certas pelas razões erradas.” (Melody Beattie)

.TEM ALGUMA QUESTÃO?
Clínica Linha d'Água || Tratamento de Dependências - Álcool, Drogas, Outras Adições. Contate-nos